Turismo na Grande Florianópolis: 7 passeios incríveis para você fazer quando vier a Floripa

As belezas naturais e festas de Floripa são famosas em todo o país. O que muita gente não sabe é que as cidades próximas à Capital também são repletas de lugares lindos e opções de passeios para todos os gostos.

Além das praias, a Grande Florianópolis tem águas termais, cachoeiras, paisagens bucólicas, cultura, esportes radicais etc. Pela localização – no coração do Centro de Florianópolis – O Faial Prime Suítes permite que os visitantes desfrutem de passeios por toda a região metropolitana com facilidade de acesso. Separamos sete atrações imperdíveis em cidades vizinhas – passeios que podem ser feitos em um dia – para você esticar sua estadia no Faial Prime Suítes e aproveitar o melhor de Santa Catarina. Confira!

Centro Histórico de São José

Cidade-irmã de Florianópolis, São José divide partes de sua história e colonização com a capital e possui grande riqueza cultural. Um passeio pelo Centro Histórico de São José, nos arredores da Praça Hercílio Luz, com sua Igreja Matriz, o Teatro Adolpho Mello, a Casa de Cultura e as dezenas de sobrados centenários é uma viagem ao tempo. No segundo domingo de cada mês, há ainda uma feira de artesanato local, com atrações artísticas e gastronomia.

Fé e trilhas em Tijucas e Nova Trento

O Vale do Rio Tijucas, um importante polo religioso brasileiro, mais especificamente, em função do Santuário Santa Paulina, em Nova Trento, que recebe milhares de devotos em todos os meses do ano.

Para quem gosta de aventura e contato com a natureza, a cidade de Tijucas é um prato cheio, com trilhas em mata nativa (feitas a pé ou de motocicleta) que levam a riachos e cachoeiras. 

Esportes radicais em Águas Mornas

Os rios caudalosos e as inúmeras quedas d’água e cachoeiras de Águas Mornas dão ideais para a realização de trekking, canoagem, rapel, rafting e tirolesa.

Para a alegria da criançada (e dos adultos também), o município tem dois parques aquáticos.

Cicloturismo e gastronomia em Rancho Queimado

Quem deseja conhecer a serra catarinense, mas não quer passar muito tempo no trânsito, pode ter uma “amostra da serra” em Rancho Queimado, a menos de uma hora de distância de Floripa. 

A cidade oferece cervejarias, restaurantes com culinária típica alemã ou italiana, além dos deliciosos cafés coloniais. 

Ciclistas podem aproveitar para conhecer a região em um circuito que une várias localidades da região. Para isso, é possível alugar bicicletas e equipamentos.

Águas termais e rota da cachaça em Santo Amaro da Imperatriz

Santo Amaro da Imperatriz possui mais da metade de seu território coberto por Mata Atlântica. É possível passar um dia descansando nas estâncias de águas termais naturais ou, ainda, praticar rafting e canoagem nos rios da região. 

A cidade é um importante polo de produção de cervejas e de cachaça da Grande Florianópolis, e alguns alambiques são abertos à visitação e oferecem visita guiada e degustação. 

Passeio em família no Parque Serra do Tabuleiro, em Palhoça

Com quase 90.000 hectares, o Parque Serra do Tabuleiro abrange nove municípios, mas tem sua maior porção em Palhoça. 

Trata-se da maior unidade de conservação do Sul do país e, além da área de preservação permanente, há um espaço aberto para o ecoturismo, com atividades como caminhadas, rapel, voo livre e passeios por trilhas onde se pode observar a fauna e a flora do local.  

Surf e natureza na Praia do Rosa (Imbituba)

A 90 km de Florianópolis, está a Praia do Rosa, considerada como uma das mais bonitas do mundo pelo jornal britânico The Sun e pelo do norte-americano The New York Times. 

A Praia do Rosa é procurada tanto por surfistas, praticantes de kitesurf e stand-up paddle e amantes da natureza quanto por pessoas que simplesmente querem passar um dia relaxando à beira-mar.

 

Descubra 5 pratos típicos de Florianópolis que você não pode deixar de conhecer

Quando o mar é o quintal de casa, não é de se estranhar que o cardápio típico de seus moradores seja repleto de frutos do mar. Por isso, a  gastronomia de Florianópolis traz tanto esses ingredientes. É preciso adicionar a essa receita generosas influências dos colonizadores açorianos e muitas pitadas de traços da cultura indígena.  

O resultado de toda essa troca cultural é uma culinária de temperos marcantes, com muito peixe, camarão, marisco, berbigão e carne de siri. Mais recentemente, a capital catarinense passou a ser a maior produtora nacional de ostras, consolidando essa apreciada iguaria como um ingrediente genuinamente manezinho. 

Ao longo do tempo, a gastronomia local foi recebendo outras influências, ganhando algumas adaptações, mas nunca deixou de lado a sua essência. Vir para a Ilha e não sentir o sabor e o aroma de pratos consagrados, significa não apreciar alguns dos melhores presentes que Floripa tem para seus visitantes, ofertados desde pratos simples a receitas de alta gastronomia. 

Se tiver dúvida sobre o que comer em Florianópolis, este post vai te ajudar! Listamos cinco pratos que você não pode deixar de conhecer nos restaurantes em Florianópolis.

Ostras

Santa Catarina é responsável por 95% da produção de moluscos (ostras, mexilhões, berbigões e vieiras) no Brasil . A Grande Florianópolis concentra a maior parte das fazendas marinhas, com destaque para a comunidade do Ribeirão da Ilha, local com grande concentração de restaurantes especializadas no preparo da iguaria. Tradicionalmente são servidas in natura, ao bafo ou gratinadas.  

Pirão de Peixe

Nesse prato bem emblemático, estão dois ingredientes bem característicos: a farinha de mandioca, uma herança da cultura indigena, e o caldo de peixe com suas especiarias. A maioria dos restaurantes não abre mão desse item no cardápio.   

Tainha frita

A pesca da tainha em Florianópolis começa tradicionalmente em maio, quando é possível comer o peixe fresco. A tainha frita é servida em postas e pode vir acompanhada do pirão, arroz branco, salada e fritas. Não deixe de experimentar também a ova frita da tainha. Há lugares que preparam a tainha recheada com a farofa da ova, o que também é uma ótima pedida.   

Pastel de berbigão

O berbigão é um molusco típico do litoral catarinense, por isso você não pode deixar de experimentar. O pastel com esse recheio temperado é bastante apreciado e é perfeito para ser servido como entrada. 

Caldo de cana

Se você andar pelo centro da cidade, irá se deparar com dezenas de placas oferecendo caldo de cana, especialmente na temporada quente do ano. A bebida é muito consumida na região e se torna ainda mais requisitada se acompanhada de um pastel de berbigão, camarão ou siri.  

Descubra mais sobre os encantos e as particularidades de Florianópolis, acompanhando o nosso blog.

Uma viagem pela história dos principais pontos turísticos do Centro de Florianópolis

Conhecendo Florianópolis: Praias e cultura açoriana estão entre as atrações do sul da Ilha da Magia

Conhecendo Florianópolis: o que fazer no norte da Ilha

Segredos de um café da manhã perfeito: Faial Prime Suites aposta na produção própria para oferecer qualidade e  variedade

 

Conheça a Ilha do Campeche, o “Caribe” de Florianópolis

Considerada uma das sete praias mais bonitas do Brasil, pelo site Lugares Perfeitos e pelo Guia da Revista Quatro Rodas, a Ilha do Campeche é um paraíso a menos de duas horas de distância do Centro de Florianópolis (considerando o trajeto de carro e de barco). A combinação entre o verde da Mata Atlântica intocada, o azul-transparente das águas e as areias finas e claras renderam à Ilha do Campeche o apelido de Caribe Catarinense ou Caribe de Floripa.

A Ilha do Campeche faz parte do arquipélago onde está a Ilha de Santa Catarina – nome da formação geográfica onde se encontra a parte insular da capital catarinense. Ao todo, quase 30 ilhas e ilhotas compõem esse arquipélago (ainda não nomeado, embora exista um projeto de lei para batizá-lo de Ondina), todas com características semelhantes de flora e fauna.

Em 2000, a Ilha do Campeche foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) como Patrimônio Arqueológico e Paisagístico Nacional, devido à sua importância histórica e cultural para Santa Catarina e para o Brasil. Isso porque, além da beleza natural única, a Ilha abriga registros pré-históricos deixados por Carijós – os primeiros habitantes do litoral catarinense.

Essa mistura de natureza e história faz da Ilha do Campeche um passeio imperdível para moradores e turistas. Se você está com viagem marcada para Floripa, reserve um dia para conhecer esse paraíso!

COMO CHEGAR À ILHA DO CAMPECHE

Embora fique em frente à praia que leva o mesmo nome – Praia do Campeche, na região sul de Florianópolis –, há várias opções de rotas para ir até a Ilha do Campeche. Durante a temporada de verão, os barcos saem diariamente, em horários pré-estabelecidos, na baixa temporada, as saídas são feitas aos fins de semana e feriados.

A Ilha do Campeche é administrada pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), pelo IPhan e pela Capitania dos Portos, responsáveis pela entrada e permanência de pessoas no local e pela fiscalização das embarcações. Somente barcos autorizados podem atracar na Ilha, e o número de visitantes é controlado: 800 pessoas na alta temporada, 770, na baixa, com tempo máximo de permanência de quatro horas.

As embarcações partem, principalmente, das praias da Armação e do Pântano do Sul; do Canal da Barra da Lagoa e da praia do Campeche. O valor e a duração do passeio depende do ponto de partida, sendo mais rápidos os barcos que saem da praia do Campeche. Entretanto, os passeios em barcos com outros pontos de partida são ideais para quem deseja conhecer parte do litoral de Floripa com um outro ponto de vista – muitas vezes tendo a companhia de golfinhos!

OPÇÕES DE PASSEIO NA ILHA DO CAMPECHE

Os barcos atracam na praia da Enseada, a única com acesso aos visitantes. É possível passar todo o tempo aproveitando a brisa e as águas transparentes da Enseada – e se divertindo com os quatis que vivem lá (lembrando sempre que é proibido alimentar os quatis, mas isso não impede as tentativas desses atrevidos bichos, que rendem ótimas fotos).

Para quem gosta de se aventurar, há a opção de realizar trilhas – são três no total, cada uma com um tipo de atração, como observação de pássaros ou de inscrições rupestres, por exemplo. As trilhas somente podem ser feitas com guias autorizados pelo Iphan e são pagas à parte. Nesse caso, recomenda-se o uso de tênis ou calçado próprio e de repelente contra insetos. Há, ainda, as trilhas subaquáticas – mergulhos de observação, feitos com acompanhamento de mergulhadores profissionais e com equipamentos alugados no local.

LEMA MAIS

Trilhas de Florianópolis: Um jeito diferente de conhecer a cidade

Há um restaurante no local, mas é indicado que os visitantes levem seus próprios lanches e água. Também é possível alugar cadeiras de praia e guarda-sol e, do mesmo modo, é recomendado que cada pessoa leve seus próprios, principalmente na alta temporada, para não correr o risco de ficar sem.

Seja para se aventurar pelas trilhas ou para descansar nas areias fofas e no mar de águas calmas e cristalinas, a Ilha do Campeche é um passeio inesquecível para pessoas de todas as idades!

CONHEÇA OUTRAS OPÇÕES DE PASSEIOS EM FLORIANÓPOLIS

Uma viagem pela história dos principais pontos turísticos do Centro de Florianópolis

Conhecendo Florianópolis: Praias e cultura açoriana estão entre as atrações do sul da Ilha da Magia

Conhecendo Florianópolis: O que fazer no norte da Ilha

Roteiro de verão: 5 praias imperdíveis em Florianópolis

Culinária internacional: 5 receitas que vão te deixar com água na boca e com vontade de preparar a próxima viagem

A gastronomia é assunto sério no Faial Prime Suites. Por isso, oferecemos receitas da culinária internacional preparadas com todo cuidado desde a escolha dos ingredientes até a entrega do prato. Tanto no restaurante quanto no room service, clientes e hóspedes do Faial têm à disposição deliciosas receitas, inclusive para pessoas com intolerância à lactose ou ao glúten.

A culinária é uma expressão cultural, de memória e de identidade de um povo, por isso, conhecer a comida de um país é uma das maneiras mais deliciosas (literalmente) de conhecer um lugar e sua gente. Tanto que muitas pessoas escolhem seus destinos de viagem e os roteiros em função de atrações gastronômicas.

Saber combinar cores, aromas, texturas e sabores é uma arte, assim como saber apreciar uma boa comida. Se você admira a arte culinária, que tal viajar pelo mundo na própria cozinha? Aproveite as receitas para planejar, também, sua próxima viagem!

5 RECEITAS PARA TRAZER OS SABORES DA COZINHA INTERNACIONAL PARA SUA CASA

Rolinho vietnamita (Vietnã) 

- 500 g de camarão rosa limpo, sem casca e sem cabeça
- 30 folhas de arroz
- 250 g de macarrão de arroz (bifum)
- 1 xícara de repolho roxo fatiado fino
- 2 abacates maduros fatiados
- 2 pepinos japoneses ralados
- ½ cenoura ralada
- ½ cebola roxa fatiada
- Azeite, sal e pimenta-do-reino a gosto

Para o molho:

- 6 colheres (sopa) de geleia de pimenta
- 1 colher (chá) de vinagre de arroz
- Raspas de 1 limão
- 1 cm de gengibre descascado ralado 

Preparo: Cozinhe os camarões em água fervente salgada. Escorra a água e tempere com mais sal e pimenta-do-reino. Reserve.
Cozinhe o bifum segundo as instruções da embalagem. Escorra e reserve.
Tempere o repolho, os abacates, os pepinos, a cenoura e a cebola com azeite e sal e reserve

Montagem: Coloque água quente em uma assadeira. Passe a folha de papel de arroz na água quente por cerca de cinco segundos (suficientes apenas para molhar a folha e não para amolecê-la) e coloque-a sobre uma superfície lisa. Coloque os ingredientes e enrole com cuidado, fechando todas as pontas, para que o recheio não caia. 

Preparo do molho: Misture todos os ingredientes em uma tigela.

Coloque os rolinhos na geladeira por 20 minutos antes de servir. Se preferir, sirva em pedaços, com gergelim preto, fatias de limão e folhas de hortelã.

Ceviche (Peru)

- 200 g de salmão
- 200 g de linguado (ou outro peixe branco, como tilápia)
- 1 ½ xícara (chá) de caldo de laranja-lima
- 1 xícara (chá) de caldo de limão
- 1 xícara (chá) de tomate-cereja
- 1 cebola roxa picada
- ½ pimentão vermelho
- 4 colheres (sopa) de azeite
- Orégano a gosto
- Coentro picado a gosto
- Sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto

Preparo: Corte os peixes, no sentido do comprimento, em tiras de 1 cm de espessura. Coloque-as numa tigela e regue com metade do suco de laranja-lima e com o suco de limão. Cubra com filme e leve à geladeira por 1 hora e 30 minutos.
Corte os tomates-cereja ao meio. Pique a cebola em tiras bem finas.
Besunte o pimentão com óleo e asse em forno pré-aquecido a 220º C por 20 minutos. Retire a pele do pimentão (esfregue com um pano limpo). Tire as sementes e fatie finamente.
Retire o peixe da geladeira e acrescente a cebola, os tomates-cereja e o pimentão. Leve à geladeira por mais 30 minutos.
Retire a mistura da geladeira, escorra todo o líquido que se formou. Tempere com azeite, sal, pimenta-do-reino, orégano, coentro e o restante do suco de laranja-lima. Misture delicadamente e sirva em seguida.

Paella valenciana (Espanha)

- 1 cebola média picada
- 6 dentes de alho picados
- 300sg de peito de frango em cubos
- 300sg de linguiça calabresa em rodelas
- 200sg de lula em anéis
- 200sg de mexilhões
- 400 g de camarões médios limpos
- 1 pimentão amarelo em tiras ou cubos
- 1 pimentão vermelho em tiras ou cubos
- 500 g de arroz parboilizado
- 200 g de ervilhas congeladas
- 1L de caldo de peixe
- açafrão a gosto
- 6 colheres (sopa) de azeite
- sal a gosto

Preparo: Em uma paellera ou frigideira grande, aqueça o azeite, acrescente a cebola e o alho até dourar.
Em seguida, coloque o pimentão, os cubos de frango e a linguiça. Deixe refogar um pouco. Acrescente o arroz, o açafrão e junte caldo de peixe, o suficiente para cobrir tudo.
Mexa de vez em quando por dez minutos. Vá acrescentando caldo de peixe na medida em que for secando, até dar o ponto do arroz. Quando o arroz estiver quase pronto, acrescente os frutos do mar e as ervilhas. Acerte o sal e a pimenta. Sirva em seguida, na própria paellera ou frigideira.

Panqueca americana (Estados Unidos)

- 1 xícara de chá mais um quarto de farinha de trigo
- 1 colher de sopa de açúcar
- 3 colheres de chá de fermento em pó
- 2 ovos levemente batidos
- 1 xícara de chá de leite
- 2 colheres de sopa de manteiga derretida
- Pitada de sal
- Óleo para untar

Preparo: Em uma paellera ou frigideira grande, aqueça o azeite, acrescente a cebola e o alho até dourar.
Em seguida, coloque o pimentão, os cubos de frango e a linguiça. Deixe refogar um pouco. Acrescente o arroz, o açafrão e junte caldo de peixe, o suficiente para cobrir tudo.
Mexa de vez em quando por dez minutos. Vá acrescentando caldo de peixe na medida em que for secando, até dar o ponto do arroz. Quando o arroz estiver quase pronto, acrescente os frutos do mar e as ervilhas. Acerte o sal e a pimenta. Sirva em seguida, na própria paellera ou frigideira.

Pavlova (Austrália e Nova Zelândia)

- 4 claras
- 1 pitada de sal
- 1 ¼ xícaras de açúcar
- 2 colheres (chá) de vinagre branco
- 2 colheres (sopa) de farinha de milho

Para a cobertura:

- 500 ml de creme de leite fresco
- 2 colheres (sopa) de açúcar
- Baunilha a gosto
- 1 bandeja de morangos cortados ao meio
- 1 kiwi picado
- Frutas, como framboesa, amora e mirtilo (opcionais), para finalizar

Preparo: Pré-aqueça o forno 180 graus . Unte a forma e espalhe levemente uma colher (sopa) de farinha de milho. Bata as claras em neve com o sal. Acrescente aos poucos o açúcar e continue a bater até ficar em ponto de suspiro. Acrescente o restante da farinha de milho e o vinagre na mistura. Asse em fogo brando por 30 minutos, até que esteja cozido, como um merengue. Deixe esfriar.

Cobertura: Bata o creme de leite até o ponto de chantilly, adicionando o açúcar e a baunilha. Espalhe-o uma grossa camada sobre o merengue. Decore com os morangos, kiwis e outras frutas.

Vai viajar a trabalho? Saiba como escolher o melhor hotel

Quem costuma viajar a trabalho sabe que os preparativos são diferentes dos de uma viagem a passeio. A começar pela periodicidade e pela duração: viagens profissionais tendem a ser mais recorrentes e mais curtas. As necessidades e exigência de pessoas que viajam a trabalho também são diferentes, pois geralmente estão sozinhos e dividem o tempo entre compromissos externos e atividades profissionais no próprio hotel – tanto no quarto quanto no lobby ou em outros espaços de trabalho compartilhados.

Há alguns pontos fundamentais que devem ser considerados antes de escolher um local para se hospedar em viagem a trabalho, independentemente do porte do hotel e da cidade visitada. São eles:

Localização
A localização é o primeiro ponto a ser observado, principalmente em cidades grandes e/ou com trânsito intenso.
Se o foco da viagem for um evento, o hotel deve ser próximo a onde acontecerá esse evento; do mesmo modo, deve ser perto da empresa, caso a razão seja visita a uma filial ou a um cliente, por exemplo.
Já se os compromissos forem espalhados, é preciso considerar um lugar estratégico, que fique próximo ou que seja de fácil acesso à maior parte dos locais.
Em Florianópolis, é consenso que hotéis no Centro – como o Faial Prime Suites – são ideais para viagens profissionais, pois o Centro está “no meio do caminho” entre o aeroporto, o sul, o norte e o leste da Ilha – regiões importantes da cidade. E é também no Centro onde se encontra grande número de escritórios de empresas e centros de convenções, além do variado comércio, que facilita as atividades durante a estadia.

Infraestrutura para viagens de negócios
Para uma viagem de negócios, a estrutura do hotel deve facilitar e tornar o trabalho mais fluido. Por isso, é indicado que o hotel tenha um bom número de tomadas nos quartos, conexão de internet de qualidade e salas de reuniões.
No Faial, os hóspedes contam com wi-fi em todas as suítes e nas áreas comuns; tomadas estrategicamente colocadas nos quartos; sete espaços para eventos, que atendem desde pequenas reuniões a grupos de até 160 pessoas; e um workstation funcional e aconchegante no lobby. É possível, ainda, solicitar empréstimo de notebook na recepção.

Conforto e serviços
Depois de um dia de trabalho, o hotel deve oferecer conforto para promover o descanso e o relaxamento. Para isso, o colchão, o chuveiro e o enxoval devem ser adequados, assim como o silêncio e os serviços de quarto.

No Faial Prime Suites, os quartos foram planejados para oferecer todo conforto aos hóspedes. Desde a escolha do colchão e travesseiros e do enxoval, até o isolamento acústico e a iluminação. O room service funciona 24 horas por dia e oferece lanches, porções, pizzas, entre outros pratos especialmente preparados na cozinha do hotel.

LEIA MAIS:

Day use em hotel no Centro de Florianópolis, a solução para viagens a trabalho!

Como aproveitar melhor sua estadia em um hotel

Seja mais produtivo durante a sua viagem a trabalho

5 razões para você fazer o seu evento corporativo no centro de Florianópolis

Feriados do segundo semestre de 2020: Com planejamento e alguns cuidados, é possível viajar com segurança

O setor de turismo e hotelaria foi um dos mais atingidos pelas restrições impostas em função da pandemia causada pelo novo coronavírus. Porém, aos poucos o setor vem retomando as atividades, sempre com cautela, a fim de preservar a saúde de turistas e dos trabalhadores de hotéis, bares, restaurantes, aeroportos e transportes.

Se, normalmente, Florianópolis é um dos destinos nacionais preferidos pelos turistas brasileiros, em 2020 a cidade se tornou ainda mais desejada, por inúmeros fatores como: a dificuldade de se viajar para o exterior, o modo como controlou o avanço do contágio de Covid-19, e pela quantidade de opções de passeios ao ar livre.

Trilhas, cavalgada na praia e surf são alguns exemplos de passeios que podem ser feitos em Floripa, mesmo em tempos de isolamento social, pois a prática esportiva está liberada.

LEIA MAIS: Uma viagem pela história dos principais pontos turísticos do Centro de Florianópolis

Conhecendo Florianópolis: O que fazer no norte da Ilha

Conhecendo Florianópolis: Praias e cultura açoriana estão entre as atrações do sul da Ilha da Magia

Trilhas de Florianópolis: Um jeito diferente de conhecer a cidade

Para quem pretende aproveitar os próximos feriados para fazer viagens rápidas, mas que tragam benefícios ao corpo e à mente, é importante planejar todos os detalhes, começando pela lista de feriadões nacionais no segundo semestre:

- Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil (de sábado a segunda, 10 a 12 de outubro)
- Finados (de sábado a segunda, 31 de outubro a 2 de novembro)
- Natal (de quinta a domingo, 24 a 27 de dezembro)
- Réveillon (de quinta a domingo, 31 de dezembro a 3 de janeiro)

PLANEJE TODOS OS DETALHES DA VIAGEM

O planejamento é a chave para qualquer viagem, em tempos de pandemia, ele se torna ainda mais importante, principalmente pelo aumento da preferência por viagens de carro, que exigem mais tempo de preparo e de deslocamento.

LEIA MAIS: Dicas para planejar e aproveitar uma viagem de carro pelo Brasil

Para quem não abre mão de viajar de avião, os aeroportos e companhias aéreas redobraram os cuidados e estão trabalhando seguindo todos os protocolos de higiene e segurança.

LEIA MAIS: Como higienizar corretamente sua mala e evitar a contaminação por coronavírus

Cuidados com a segurança de bagagens em aeroportos

A reserva do hotel deve ser feita com antecedência, pois os estabelecimentos estão funcionando com capacidade reduzida, segundo determinação dos órgãos de saúde e também como uma maneira de aumentar ainda mais a segurança e o conforto dos hóspedes.

Outro ponto importante no planejamento de uma viagem durante a pandemia é saber se os lugares que se pretende visitar, como parques e restaurantes, estarão abertos e qual o horário de funcionamento. Assim você não corre o risco de “perder a viagem”, se um passeio desejado não estiver disponível.

FAIAL PRIME SUITES ADOTA MEDIDAS RECOMENDADAS PELA OMS

Além de operar com capacidade reduzida, o Faial Prime Suites redobrou os cuidados com hóspedes e funcionários, trabalhando conforme medidas de proteção determinadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), pelo governo de Santa Catarina e pela Prefeitura de Florianópolis. Assim, passou a disponibilizar álcool em gel 70% em diversas áreas do hotel; intensificou a higienização das áreas sociais e de pontos de toque (maçanetas, balcão, mesas etc.); e vem orientando os hóspedes a respeito da obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção individual nas áreas comuns.

Na era da pós-verdade, saber buscar fontes confiáveis é fundamental para se manter bem informado

A internet possibilita que tenhamos uma infinidade de notícias, praticamente em tempo real, ao alcance de um toque na tela ou de um clique no mouse. Isso é, sem dúvida, um grande avanço em termos de produção e de consumo de conteúdo. Hoje, com as caixas de som dotadas de inteligência artificial (assistentes virtuais), como Echo e Alexa, basta falar palavras-chave para uma série de informações nos sejam dadas, como em uma cena de filme de ficção científica de algumas décadas atrás.

Entretanto, se o futuro chegou trazendo velocidade e quantidade de notícias, o mesmo não se pode dizer da qualidade delas. O número de “fake news” e o alcance dessas informações falsas e/ou deturpadas também vem crescendo exponencialmente, nos obrigando a filtrar tudo que chega até nós, não somente por questões ideológicas, mas também – e principalmente – porque há muita mentira sendo publicada inclusive por sites que parecem acima de qualquer suspeita.

Sabendo da importância de se escolher fontes confiáveis de informação e da falta de tempo de muitos de nossos clientes no dia a dia, listamos alguns aplicativos que facilitam a vida de quem precisa se manter bem informado, sem perder tempo.

FLIPBOARD

É um dos aplicativos mais famosos e completos. Sua interface forma uma espécie revista personalizada, pois permite que o usuário escolha os sites que pretende acompanhar.

É possível criar tópicos, como editorias de um jornal, por exemplo, política, economia, meio ambiente, cultura e esportes. O aplicativo cria um feed com as notícias mais importantes sobre cada assunto escolhido.

Há, ainda, as notícias gerais, para que você não perca nenhuma novidade.

PLAY BANCA

O Play Banca é o aplicativo que oferece maior conteúdo de jornais e revistas no país. Como o próprio nome diz, é uma banca de jornais e revistas on-line, que oferece material em três seções: notícias de sites adicionados pelo usuário; revistas que existem de forma física e que podem ser assinadas (com pagamento via crédito do Google Play); tópicos gerais divididos em categorias, como Destaques do Dia, Tecnologia, Negócios, entre outros.

Alguns jornais têm versões disponíveis para assinatura com pagamento via Paywall e opções de ler um determinado número de matérias gratuitamente por mês.

TWITTER (Moments)

Sim, a rede social pode ser uma excelente maneira de consumir notícias. O Twitter tem uma seção, chamada Moments, que reúne posts e links em destaque no microblog. O Moments tem curadoria de jornalistas que compõem a equipe do próprio Twitter. A ferramenta é acessada pelo site/aplicativo do Twitter, mas pode ser acessada até por quem não pretende movimentar uma conta nessa rede social. Ela é uma ótima opção para quem quer ter uma visão geral do que está acontecendo no país e, a partir daí, buscar informações mais aprofundadas.

Para quem deseja se manter informado de uma maneira ainda mais dinâmica, uma boa pedida é ouvir podcasts (disponíveis em sites ou nos streamings de música, como Deezer e Spotify). Alguns podcasts interessantes de notícias do Brasil e do mundo são: Café da Manhã, Xadrez Verbal, Durma com esta, Petit Journal, Ao Ponto e Braincast.

Como economizar na compra de passagens aéreas

Quem gosta de viajar sabe como é fácil “se perder” nas contas e estourar o orçamento. São muitas as tentações, restaurantes, passeios, presentes e fica quase impossível não sair da linha. Mas, se por um lado, é preciso certo esforço para não ter surpresas desagradáveis com a fatura do cartão de crédito na volta para a casa, por outro, com um pouco de pesquisa e paciência, é possível começar a economizar desde a compra das passagens aéreas.

Após definir o destino da viagem, comprar a passagem é o passo mais determinante, pois você define o período da viagem e pode começar a buscar hotel e planejar os passeios.

VAI VIAJAR PARA FLORIANÓPOLIS? CONHEÇA OS PACOTES PROMOCIONAIS DO FAIAL PRIME SUITES!

Dependendo do destino, as passagens aéreas podem representar o maior gasto, e ao economizar nesse ponto, sobra dinheiro para você aproveitar ainda mais a viagem.  Apesar da pandemia, o segundo semestre de 2020 tem sido um bom momento para buscar passagens mais baratas, pois a maioria das companhias aéreas vem fazendo promoções a fim de minimizar os prejuízos dos meses em que o turismo estava suspenso.

Se você pretende viajar ainda em 2020 ou no início do próximo ano, aproveita este período de promoções para garantir passagens mais baratas. Mas, antes, veja nossas dicas!

DICAS PARA COMPRAR PASSAGENS AÉREAS MAIS BARATAS

Cadastre-se em sites e aplicativos de busca de passagens
Hoje em dia, há dezenas de sites e aplicativos cuja função é comparar preços de passagens aéreas. Para não perder tempo com inúmeras buscas, cadastre-se nesses sites e preencha o campo referente ao destino de interesse para receber alertas de promoções.

Limpe o histórico do navegador ou entre em janela anônima
Quando você pesquisa o preço de passagens para um determinado destino, as ferramentas de busca entendem seu interesse e se valem da lei da oferta e da procura. Assim, você vai passar a receber publicidade com preços mais elevados.
Para que isso não aconteça, basta abrir uma janela anônima quando for pesquisar por passagens ou limpar o histórico do navegador regularmente.

Planeje e compre com antecedência
Comece a pesquisar os preços com antecedência, assim é possível acompanhar as variações (não se esqueça da primeira dica!), mas não deixe para comprar na última hora. Prefira comprar as passagens entre cinco e dois meses antes do embarque.
Uma boa dica é ficar de olho nas promoções que as companhias aéreas costumam fazer durante os fins de semana e considerar a possibilidade de mudar em alguns dias as datas de ida e volta.

Compre passagem em voos durante a madrugada e/ou com conexão
Voos diretos e em horário comercial e diretos são sempre mais caros. Então, se você tem a possibilidade de escolher, opte por voos não tão concorridos, como os noturnos/madrugada e os voos com escala. Em algumas companhias, é possível economizar até 50%. Por isso, mais uma vez, ressaltamos a importância de se planejar com antecedência.

LEIA MAIS

Viaje sem dívidas e sem problemas: Saiba como fazer um planejamento financeiro para viajar 

Dicas para planejar e aproveitar uma viagem de carro pelo Brasil 

Casamento em hotel: Razões para escolher o Faial Prime Suites como cenário para a festa dos seus sonhos

Conhecida internacionalmente por suas belezas naturais, Florianópolis é destaque também no turismo de eventos e, mais recentemente, vem figurando em sites sobre roteiros e dicas de “destination wedding” (casamento fora da cidade em que os noivos residem) e casamento em hotel. Isso porque, além de linda, a cidade oferece possibilidades de passeios e hospedagem para famílias, casais, grupos de amigos, enfim, para todos os perfis e gostos.

Visando ampliar esse mercado e trazer ainda mais casais para realizarem o matrimônio em Santa Catarina, o Faial Prime Suites e outros empreendimentos da rede hoteleira, em parceria com entidades de classe como a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Santa Catarina (ABIH- SC), o Convention Bureau e a Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur), criaram a campanha “Santa Catarina É Pra Casar”.

Além e mostrar as vantagens de SC e de Florianópolis como destino para a realização de casamentos, o projeto pretende mostrar aos casais os benefícios de escolher um hotel como lugar para realizar a cerimônia e/ou a festa de casamento dos sonhos. Tudo planejado para contemplar as determinações da abertura gradual dos serviços, quando os eventos voltarem a ser permitidos pelos órgãos de saúde e governamentais.

VANTAGENS DE CASAR EM UM HOTEL: FAIAL PRIME SUITES OFERECE UMA EXPERIÊNCIA INESQUECÍVEL

São muitas as vantagens de realizar uma cerimônia de casamento em um hotel. Abaixo listamos as principais.

LEIA MAIS:
- Dicas para realizar um mini wedding em Florianópolis 

- Hotel para noite de núpcias em Florianópolis: saiba como escolher 

Espaços diversificados

As salas e os salões, de diferentes tamanhos e layouts, podem se adaptar à vontade dos noivos, transformando-se de acordo com o tipo de recepção. É possível, ainda utilizar mais de uma sala, criando ambientes com finalidades diversas. O Faial conta com seis salas para até 140 pessoas, com infraestrutura moderna e eficiente. Entre elas, a Sala Terraço, com um incrível visual da Baía Sul e das pontes de Florianópolis.

casamento em hotel

Comes e bebes

A contratação do buffet é uma das partes mais importantes de uma recepção de casamento. Ao escolher um hotel para a realização do evento, pode-se contar com o serviço completo de alimentação e bebida. No Faial Prime Suites, é possível escolher entre opções como buffet americano, finger food, serviço volante. Tudo harmonizado com as melhores marcas de bebidas e rótulos de vinho de todo o mundo.

Demais serviços

Ter uma suíte para os noivos, familiares, padrinhos e madrinhas se arrumarem com conforto no mesmo local da festa é uma grande vantagem. Pois reduz a necessidade de deslocamento, as chances de atraso e ainda cria a possibilidade de estar perto de pessoas queridas, o que ajuda a diminuir a ansiedade.

casamento em hotel

Outra vantagem de hospedar os convidados no próprio hotel em que acontece a festa é saber que ninguém precisará se preocupar com deslocamento no fim da festa, podendo aproveitar até o último minuto em segurança. No Faial, noivos e convidados podem contar com suítes para casais e famílias, conforto, além de contarem com os serviços do hotel no dia seguinte.

Toda estrutura física e de serviços para casamentos do Faial Prime Suites foi pensada com a intenção de fazer parte da história de casais, familiares e amigos. Os pacotes são oferecidos para que os noivos tenham somente o trabalho de receberem os convidados e aproveitarem a festa, construindo somente as melhores memórias.

casamento em hotel

 

bagagens em aeroportos

Cuidados com a segurança de bagagens em aeroportos

Antes da pandemia de covid-19, as medidas de segurança com bagagens em aeroportos se restringiam aos cuidados com identificação das malas e outras providências para que a bagagem não fosse violada. Hoje, falar de segurança nos aeroportos significa, também, incluir os protocolos de higiene para prevenir o contágio por coronavírus – entre elas, a necessidade de distanciamento social  pode refletir na segurança da bagagem.

Leia mais: Como higienizar corretamente sua mala e evitar a contaminação por coronavírus

Para evitar incômodos, prejuízo e contratempos com furto ou extravio de sua bagagem, é preciso prestar atenção em alguns pontos e manter-se alerta quando estiver longe de seus pertences durante o desembarque.

COMO MANTER SUA BAGAGEM SEGURA 

Cuidados antes de sair de casa (ou do hotel)

- Evite malas caras, de marcas famosas, pois bandidos partem do pressuposto de que haverá mais objetos de valor dentro delas; 

- Malas pretas com rodinhas são as mais comuns, por isso é mais fácil que um bandido passe despercebido após furtar um modelo assim. Para evitar que isso aconteça, considere usar malas mais chamativas, colar um adesivo colorido ou fazer alguma intervenção para que sua mala seja única e chame atenção; 

- Coloque os objetos valiosos no fundo da mala. Bandidos precisam agir rapidamente e acabam furtando o que está em cima ou nos bolsos; 

- Guarde objetos de valor em embalagens que não chamem atenção, como caixas de bombom ou bolsa térmica; 

- Identifique sua bagagem com nome, telefone e cidade onde reside (mas evite colocar o endereço completo), assim, caso a mala seja extraviada ou alguém a leve por engano, será mais fácil de devolver;

- Quando for despachar produtos eletrônicos de valor, fotografe-os antes. Isso é importante para comprovar o valor da bagagem caso seja necessário acionar o seguro mover uma ação judicial. Para produtos adquiridos durante viagem, leve as notas fiscais na bagagem de mão;

- Tire da caixa os produtos comprados durante a viagem, mesmo que sejam presentes, pois alguns bandidos roubam somente produtos com caixa e etiqueta;

- Joias,  notebooks, dinheiro, cartão de crédito e outros objetos de valor não devem ser despachados;

- Sempre que possível, viaje em voos diretos. As chances de extravio e de furto de bagagem são maiores em conexões e escalas. 

Cuidados dentro do aeroporto

- Mantenha-se atento às determinações de distanciamento social, mas não fique longe de sua bagagem e evite distrações; 

- Ao despachar sua mala, faça a declaração de valor dos objetos. Guarde a cópia dessa declaração até o fim da viagem; 

- Se possível, plastifique a mala ou utilize capas de segurança. Cadeados e lacres podem ser violados sem que você perceba de imediato;

- Quando possível, pegue sua mala na esteira rapidamente e, mesmo se for necessário manter distância, fique de olho nela todo o tempo;

- Despache a bagagem assim que chegar ao aeroporto, além de ser mais seguro, é mais prático;

- Certifique-se de que sua mala foi identificada para o destino correto;

- Ao pegar sua mala na esteira de desembarque, abra-a imediatamente e confira se todos os seus pertences estão nela. As empresas aéreas não aceitam reclamações após o passageiro deixar a sala de desembarque;

- Se perceber algum sinal de violação ou sentir falta de seus pertences, preste queixa imediatamente.

Por fim, para ter uma viagem tranquila, é fundamental escolher um hotel de confiança, que ofereça conforto e segurança durante toda a estadia. 

bagagens em aeroportos